Fale conosco: (11) 2292-5409 | Email: contato@netlogistica.com.br

Olá Visitante - Login

Quer se recolocar rapidamente? Prepare um plano de guerra!

Artigo escrito por Debora Lima, Diretora da NETLogística, empresa especializada em Hunting e Outplacement

Vamos direto ao ponto!

Regra número UM: mantenha uma rotina semelhante àquela que você tinha, quando estava trabalhando. Nada de períodos para reflexão ou pausas para descompressão. Deixe para fazer isso quando estiver novamente empregado. Portanto, acorde cedo, planeje-se e tenha uma agenda diária. Se necessário, faça horas extras!

Regra número DOIS: saiba exatamente o que você quer. Não desanime diante das primeiras dificuldades. Muitas pessoas se perdem diante das primeiras recusas, mudando drasticamente seus planos. Se você, por exemplo, vem desenvolvendo uma sólida carreira como Coordenador de Logística, com especialização em Centros de Distribuição, não se apresente ao mercado como um profissional com “1001 utilidades”, como um potencial vendedor ou como um analista financeiro.  É melhor expandir suas opções para auditoria ou coordenação de inventários, planejamento do nível dos estoques, implantação de tecnologias operacionais (sistema WMS) em armazéns, etc. Evite também planos mirabolantes de abrir uma franquia ou montar uma consultoria. Tudo isso demanda tempo e (muito) dinheiro. Mais uma vez, deixe para pensar nisso quando estiver empregado.

Regra número TRÊS: não seja inflexível diante das oportunidades do mercado. Tenha o plano A, que provavelmente terá 100% de aderência às suas expectativas e necessidades. Mas também tenha um plano B, C, D e E. Exemplo: seu plano A pode ser atuar em uma indústria alimentícia localizada na Grande São Paulo, relacionada entre as 500 maiores empresas do Brasil; o plano B expande a procura para empresas dentro do Estado de São Paulo e o plano C considera a hipótese de trabalhar em outros segmentos de bens de consumo nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Regra número QUATRO: amplie constantemente a sua rede de relacionamento e a sua exposição. Esteja próximo dos principais headhunters do setor. Também se torne conhecido dos recrutadores que atuam nas empresas-alvo, que você selecionou no passo anterior. Embora seja trabalhoso, não deixe de registrar seu CV nos websites das empresas que lhe interessam e nem nos sites de empregos, especialmente aqueles gratuitos.

Regra número CINCO: contenha sua ansiedade e preocupação. Não é fácil, todos nós sabemos. Isso tende a aumentar a cada dia que passa. Mas, esforce-se. Recrutadores facilmente perceberão comportamentos inadequados resultantes dessa demora em recolocar-se, e isso poderá favorecer um outro candidato na reta final. E não permita contaminar-se com a crise. Afaste-se de notícias negativas e de pessoas pessimistas.

Regra número SEIS: capriche em seu CV. Na internet não faltam dicas para isso. Tenha o cuidado de não omitir dado algum a seu respeito, que possa ser relevante na visão do recrutador. Isso não pega nada bem. Numa primeira triagem, você até poderá ser desclassificado. Seja objetivo, mas não deixe de relacionar seus últimos empregos, cargos ocupados, suas principais realizações, cursos, viagens técnicas e referências. Não cite salário e nem pretensão. Deixe para tratar disso pessoalmente.

Regra número SETE: maximize suas oportunidades. Ao participar de um processo, prepare-se adequadamente para todas as etapas. Se precisar ensaie, simule. Esteja pronto para as tradicionais perguntas que serão feitas pelos recrutadores. Passe naturalidade, tranquilidade, segurança, confiança. E, ao longo do processo seletivo, faça follow-up em quantidade adequada.

Regra número OITO: caso seja possível, participe de todos os processos para o qual foi convocado. Uma oportunidade, que a princípio possa não lhe interessar, poderá leva-lo a uma outra, até mesmo em outra empresa, já que os recrutadores se relacionam entre si.Além disso, você terá conhecido pessoalmente.

Regra número NOVE: tenha um mentor. Se tiver alguma reserva, recorra a um profissional especializado, é melhor, em função da imparcialidade e conhecimento técnico. Caso contrário, busque conhecidos. É importante ter alguém ao seu lado para aconselhá-lo. Opte por alguém que possa verdadeiramente ajudá-lo, apontando suas falhas, quando elas existirem, auxiliando-o a desenvolver respostas adequadas para cada tema.

Regra número DEZ: reinvente-se constantemente. Se a estratégia inicial adotada não está dando certo, busque alternativas.

Não perca a fé. Trabalhe! Sucesso! E conte conosco!

Buscando soluções para recolocação? Fale comigo. Meu e-mail é debora.lima@netlogistica.com.br . Atuamos há dez anos no mercado, com serviços de Hunting e Outplacement, especializado em logística e supply chain.

 

Top